sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Fotos da Natureza da Participação da leitora(o)

Oii! Primeiro, obrigada pela sua foto! ;) Hoje vou mostrar uma.
A primeira é da Anna do blog O blog que não é blog. (Dê uma olhadinha).


Espero que tenha gostado, é o Halo Solar. :) Beijos <3

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Fotos da Natureza


Oii! Vim convidar você para participar do nosso novo quadro do blog: Participação da leitora(o).
Começando com fotos da Natureza, tire uma foto da Natureza ou uma que você já tem, pode ser de árvore, lago, sol, flores, céu...
Me mande por e-mail, twitter ou facebook:
E-mail: marina_scholze@yahoo.com.br ou @hotmail.com.

Facebook: Marina Scholze.


 (@MarinaScholze1)

 (@OmundodeMarina)
E quando receber vou postar aqui e divulgar seu blog.
Boa sorte! 
Aí vai uma foto que tirei:


Espero que goste, tenho outras, mas agora só consigo postar essa.
Beijos.



sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Receita bolo norueguês Kransekake





Oii! Trouxe uma receita de um bolo da Noruega. Espero que goste. Beijos.

Ingredientes para 18 círculos:
500 g de amêndoas
500 g de acúcar cristal
4 claras de ovo

O vidrado:
1/2 clara de ovo
1,25 decilitro acúcar cristal
Meio colher de chá de sumo de limão ou essência de rum

Preparação:
Moa as amêndoas. Primeiro pode escaldar a metade. Peneire o acúcar cristal e misture as claras até ter uma massa conveniente. A massa deve repousar até ao dia seguinte. Rebole a massa até à grossura dum dedo e ponha ela numas formas depois de lubrificadas. Ponha as formas em tabuleiros e coza no forno durante 10 minutos. Arrefeça completamente antes de retirar os circulos. Encha um cartucho de papel com o vidrado de acúcar e deite o em cima dos circulos, em riscos de ziguezague. Vai funcionar à maneira de uma cola. Comemce com o circulo maior e ponha os circulos um por um. O círculo mais pequeno vai no topo.
Pode decorar com bandeiras e firecrackers (foguetes).
Precisa de formas especiais para fazer este bolo.

Öistein Lovoll

sábado, 1 de novembro de 2014

Viajando em pensamentos


Entrar no clima da poesia
Sentir-se como poeta
Voar entre mundos
Atravessar horizontes
Voar como passarinho, estando no chão.
Viajar entre as nuvens
Pousar como gavião.
Cantar como uma gaivota,
Passar pela Savana,
 rugir como um leão,
 lembrar das cachoeiras que cintilam tanta luz.


                                               Marina S. Silva.